;

LADRILHOS HIDRÁULICOS
 

Ladrilhos hidráulicos foram muito usados no Brasil, antes do aparecimento dos pisos cerâmicos esmaltados e vitrificados.
Aqui damos uma mostra de como se faziam os ladrilhos decorativos, usados como pisos de edificações. Ainda utilizam-se ladrilhos para pavimentação de calçadas, mas são diferentes dos que vamos descrever agora.
Os instrumentos básicos para se fazer um ladrilho são objetos de aço que se chamam prato, quadro e tampão. O modelo, que dá forma ao desenho, é feito de latão.
Os mosaicos são feitos artesanalmente, um a um, pacientemente. Um simples, de calçada, leva um minuto para ser feito; um com desenhos de várias cores leva cinco minutos ou mais para ser executado.
O processo de confecção do mosaico é o seguinte:
1. O prato, de aço polido, com dimensões um centímetro maiores que o ladrilho a ser fabricado, é untado com um líquido, mistura de querosene e óleo, na proporção de 3 por 1.
2. O quadro é superposto e preso ao prato. É o que dá forma externa ao ladrilho, por exemplo, quadrado de 15 cm, 20 cm, 40 cm; retângulo de 15 x 25 cm (usado em escadas).
3. O modelo é uma peça que tem compartimentos, os quais receberão as tintas de diversas tonalidades, não permitindo que se misturem.
4. As tintas vão sendo colocadas nos compartimentos, conforme o desenho do ladrilho.
5. Depois de todos os compartimentos preenchidos, agita-se o conjunto para que a massa se espalhe uniformemente, e imediatamente é retirado o modelo do quadro. Logo em seguida é espalhado sobre a massa um secante, feito de cimento portland e areia fina, na proporção de 1 por 1.
6. Em cima do secante é aplicada argamassa de areia e cimento portland no traço 5 por 2 (2,5 : 1), com bem pouca água.
7. É encaixado o tampão no quadro.
8. O conjunto é posto debaixo de uma prensa manual, que aplica 5.000 kg sobre o tampão e conseqüentemente sobre o ladrilho.
9. O ladrilho é desenformado e vai sendo colocado para secar horizontalmente em uma prateleira. Não pode ser empilhado.
10. Depois de secos, no dia seguinte os ladrilhos são imersos n'água por 24 horas. São empilhados verticalmente, e daí em diante prontos para serem assentados como piso.

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 
© ArkitektUrbo. Todos os direitos reservados. Web Master Arq. Luís Menechino